Início / Brasil & Mundo / Jair Bolsonaro é internado no Hospital Albert Einstein, em SP

Jair Bolsonaro é internado no Hospital Albert Einstein, em SP

Jair Bolsonaro é internado no Hospital Albert Einstein, em SP

Fonte – G1

 

Jair Bolsonaro é levado até ambulância para ser transferido ao hospital Albert Einstein, em São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)

 

Transferência de Juiz de Fora para a capital paulista foi decidida pela família após médicos avaliarem que estado de saúde dele era ‘extremamente estável’; candidato foi esfaqueado em comício.

O candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, foi internado na manhã desta sexta-feira (7) no Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo. A transferência de Bolsonaro da Santa Casa de Juiz de Fora para o centro médico da capital paulista foi decidida pela família após médicos considerarem o estado de saúde dele “extremamente estável”.

Bolsonaro foi operado na quinta-feira (6), após ser esfaqueado durante comício no Centro da cidade mineira.

A cúpula do Einstein considerou que a transferência correu bem. Os principais riscos que serão monitorados são pneumonia (pois o candidato ficou muito tempo em choque e perdeu cerca de 2 litros de sangue) e infecção (por causa do vazamento de massa fecal na cavidade abdominal).

A previsão de internação é de sete a dez dias. A retomada das atividades só deve ocorrer em 20 dias.

 

Preso o autor da facada em Jair Bolsonaro

Atentado de quinta-feira repercute; Adélio Bispo de Oliveira foi do PSOL

 

A Polícia Militar identificou o homem que esfaqueou o candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) na quinta-feira, em Juiz de Fora. Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, confessou o crime, segundo a PM. Ele é natural de Montes Claros, no Norte de Minas Gerais, já foi filiado ao PSOL e foi preso em flagrante logo após o ataque. O atentado virou manchete em todos os principais veículos de comunicação do país e até mesmo do exterior, onde a imagem de violência do Brasil ficou ainda mais reforçada.

Adélio Bispo de Oliveira está desempregado e uma de suas últimas ocupações foi como servente de pedreiro, mas ele já trabalhou em cafeteria e hotel. Nas redes sociais, ele é um crítico recorrente de Bolsonaro. “Dá nojo só de ouvir que (sic) dizer que a ditadura deveria ter matado pelos uns 30 mil comunistas”, escreveu Adélio em um dos posts mais recentes, em 1º de agosto.

Até o fechamento desta edição do jornal, na noite de 6 de setembro, a informação era que Bolsonaro passou por cirurgia na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, por lesão no intestino.

Bolsonaro participava de um ato de campanha em Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, e estava nos ombros de apoiadores quando foi atingido. Estava usando colete à prova de balas, o que não impediu o ferimento desferido com faca por Adélio.

Todos os demais candidatos à presidência da República condenaram o atentado e realçaram que não é com violência que se faz democracia no Brasil ou que se conserta as coisas ruins vivenciadas pela população atualmente.

FOTOS

Candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) é atendido em hospital após ser esfaqueado (Foto: Arquivo pessoal/G1)

Suspeito de atacar Bolsonaro com faca tem identidade revelada

Adélio Bispo de Oliveira confessou à polícia a tentativa de homicídio contra Bolsonaro

 

 

Rodrigo Garcia, vice de Dória visita São José do Rio Pardo

O candidato a vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia, que integra a chapa encabeçada por João Doria (PSDB), esteve em visita a São José do Rio Pardo quinta-feira, 6 de setembro, e visitou também veículos de comunicação da cidade. Esteve também na Difusora AM e Gazeta do Rio Pardo.

Disse na ocasião já ter 20 anos de mandato (três como deputado estadual e dois como deputado federal) e que as prioridades do candidato João Doria e dele, caso eleitos, serão a saúde, a educação e a segurança pública.

Admitiu que a população está cética com os políticos e com a política, mas lembrou que a melhor forma de protestar é exatamente votando bem e escolhendo de forma mais criteriosa os representantes nos poderes públicos do país.

Nota do redator: Gazeta do Rio Pardo receberá também outros candidatos que queiram visitar o jornal e divulgar, de forma sintetizada, suas ideias.

Rodrigo Garcia foi entrevistado por Luis Henrique Tobias

 

Confira também

Plantio de mudas neste sábado

Prefeitura Municipal São José do Rio Pardo   Plantio de mudas  neste sábado A Secretaria de ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *